Blog: Mentes mineradoras
Share to Facebook Share to Twitter Share to Twitter More...

Blog: Ajudando nossos clientes a produzir de forma mais eficiente com menos energia e água

Na Metso, o conceito de sustentabilidade não se aplica apenas às nossas próprias operações, mas também às operações dos nossos clientes. Para nós, sustentabilidade significa capacitar nossos clientes para que gerenciem os recursos naturais de maneira que possam continuar a operar sem prejudicar o meio ambiente. Mas o que estamos fazendo para que isso aconteça?

Nossos clientes atuam nas indústrias de mineração e agregados. Ambas fragmentam pedras grandes em frações menores para (agregados) produzir ou (mineração) separar e extrair commodities com valor agregado. O processo de fragmentação de rochas é chamado de cominuição e requer muita energia. Na verdade, somente a cominuição representa de 2 a 3 por cento do consumo de eletricidade do mundo. 

Ao longo da nossa história, a Metso construiu sua liderança baseada na melhoria do processo de cominuição, desenvolvendo e oferecendo tecnologias ainda mais eficientes energeticamente, o que se transformou numa força motriz essencial para nossa inovação. O Vertimill™ é um bom exemplo de produto que contribui de maneira significativa para a equação de sustentabilidade, utilizando 25-30% menos energia do que a tecnologia existente de moagem de finos. Recentemente, a Metso desenvolveu e introduziu a tecnologia de britadores de rolos de alta pressão HRC™. Eles são 10% mais eficientes que seus similares e aumentam a capacidade do circuito. 

Surpreendentemente, também existem tecnologias não ligadas à "moagem" que podem reduzir a energia gasta na cominuição! Só este ano, a Metso está lançando dois novos dispositivos de classificação de finos por via úmida. Ambas as unidades, quando inseridas em um fluxograma de cominuição de circuito fechado, proporcionam uma classificação de partículas mais distinta, permitindo que o produto do tamanho certo seja desviado do moinho, economizando assim uma quantidade significativa de energia.

Por muitos anos, a energia tem sido nosso foco, mas como resolver a questão cada vez mais crítica da água?

Além da alta demanda de energia, a indústria de mineração enfrenta um novo desafio com a água. Muitos dos depósitos minerais mais ricos estão localizados em ambientes semidesérticos ou desérticos onde a água é muito escassa. E a maioria dos processos de mineração utiliza uma grande quantidade de água para a moagem e separação. Isso faz com que desenvolver e operar as minas nessas áreas seja um problema significativo. Além disso, a água utilizada nas etapas de moagem e separação deve ser removida posteriormente para produzir um concentrado seco. Essa extração de água é um processo caro e que consome muita energia. 

A primeira e mais óbvia resposta à questão da água é, em primeiro lugar, evitar sua adição. É o que, naturalmente, chamamos de processamento a seco. O HCR da Metso é uma solução de moagem a seco e, em várias aplicações, ele pode ser acoplado com nossos classificadores a ar (a seco). 

Quando a separação por via úmida é necessária em um processo de mineração, a única solução consiste em extrair e reciclar a água depois de ter sido utilizada como meio para a separação. Para isso, a Metso desenvolveu equipamentos de desaguamento altamente eficientes, como a tecnologia de filtragem VPA, ou os espessadores com alta taxa de IPS. 

Menos processamento, menos energia e menos água

Outra forma muito aconselhável de reduzir tanto a água como o consumo de energia é reduzir a quantidade de matéria-prima que é extraída a partir do solo para ser processada. Isso pode ser obtido com fases de processamento altamente seletivas entre a mina e o concentrador.

A indústria de mineração sempre foi conhecida por lidar com grandes volumes de minério, algumas vezes, movendo montanhas inteiras. Infelizmente, por sermos incapazes de distinguir com precisão o material valioso dos resíduos, uma parcela significativa do volume extraído consiste, na verdade, em resíduos. Imagine quando apenas o "bom" minério for extraído ou o resíduo for descartado nos primeiros estágios de processamento. Ao reduzir a quantidade de minério escavado, transportado, britado, moído, separado, etc., o consumo de energia e água será reduzido na mesma proporção, possibilitando um grande avanço na sustentabilidade para a indústria de mineração.

Os métodos para a remoção precoce dos resíduos são comumente chamados de "pré-concentração". O foco na pré-concentração é novo para a indústria, já que anteriormente nos concentrávamos no volume e não na sustentabilidade. No momento, existem poucas aplicações de pré-concentração. A Metso dispõe em seu portfólio de equipamentos que podem ser usados para pré-concentração no contexto certo, como as peneiras vibratórias, mas a maior oportunidade se encontra nas novas tecnologias, como a classificação de minérios através de sensores, uma tecnologia na qual a Metso está investindo. A classificação de minério através de sensores utiliza uma variedade de novas técnicas de detecção para identificar minerais e resíduos, e separá-los mecanicamente em grandes quantidades ou ao nível de partículas.

As soluções in-pit são o transporte público da mineração

A pré-concentração deve acontecer de preferência perto da mina, no subsolo ou no poço. E como temos que reduzir o volume total de minério manipulado, também precisamos analisar como ele é transportado. A título de comparação, grandes cidades de todo o mundo estão encontrando maneiras de reduzir o número de veículos particulares nas estradas através do investimento em transporte público.

O mesmo está acontecendo na indústria de mineração. Na mineração tradicional, amplos caminhões são usados ​​para o transporte de rochas grandes do poço até um ponto da superfície onde elas podem ser britadas. Mas hoje muitas empresas estão retirando os caminhões de suas minas a céu aberto e muitas outras farão isso no futuro. Por quê? A segurança é um fator: a maioria dos acidentes em minas está relacionada com caminhões. Os caminhões consomem uma grande quantidade de combustível e geram um grande volume de emissões, incluindo a poeira do transporte. 

Então, o que vamos fazer se removermos o componente caminhão? Qual é o equivalente ao transporte público para nossas minas? As soluções in-the-pit da Metso. Alimentadores móveis, equipamentos móveis de britagem e peneiramento, e transportadores móveis fornecem uma solução única de transporte de material com alta taxa de continuidade, substituindo dezenas de caminhões individuais. As soluções in-the-pit da Metso são uma alternativa mais segura e sustentável de transporte do que os caminhões, com um custo operacional significativamente menor.


Blogger

Olivier Guyot

Vice-Presidente, Tecnologia de Minerais

Seus comentários são bem-vindos

Metso no Facebook

Metso no Twitter