Blog: Results

Saiba como a regulagem pode ser feita com britador operando

Imagine uma planta de processamento onde o britador possa ser regulado dinamicamente ao longo do dia, sem necessidade de paralisação. E mais: que o mesmo equipamento possa operar com a maior carga possível. Pois bem, tal cenário é possível com uso de um projeto diferente de regulagem hidráulica, combinado com a automação. Isso é o que você irá encontrar no Britador MX da Metso.

Estamos falando de uma evolução na história de britadores cônicos, nos quais o ajuste de alimentação é geralmente realizado com a máquina parada e vazia ou – se em movimento – com restrições e com um nível de produção abaixo do que poderia ser atingido. Pense como um operador tradicional de um britador convencional. Você colocaria a máquina em risco? A resposta certamente é não.

Agora, mude o cenário e imagine uma tecnologia inovadora, onde os ajustes são automáticos e podem ser visualizados numa tela de cristal líquido (LCD) ao lado do britador. Mesmo se o ajuste for feito pelo próprio operador, o processo será realizado com apoio de dados fornecidos pelo equipamento, por meio de sensores que monitoram os principais indicadores de operação da máquina. Com essa tecnologia, um material irregular vai ser britado da forma mais eficiente, com aberturas ajustáveis – maior para materiais mais duros e menor para materiais mais moles – sem sobrecarregar o equipamento. Caso esteja processando um material mais constante, a mineradora ou pedreira poderá optar pela máxima eficiência da máquina, estabelecendo uma abertura pré-definida.

 

Checklist: 7 indicadores de baixa performance
Faça o download desse checklist e saiba mais.

 

Tecnologia inovadora reúne pistão e bojo num único britador

Para que os ajustes sejam feitos com a máquina operacional e com carga, a tecnologia inovadora da Metso envolve um britador cônico que possui pistão e bojo ao mesmo tempo. Todos os ajustes dinâmicos – com a máquina em movimento – são realizados pelo pistão. Dessa forma, o operador só vai intervir no bojo quando for feita uma parada programada, que pode ser, por exemplo, a finalização da produção diária numa pedreira. Nesse momento – e comandada pelo computador de bordo – é realizado o ajuste do bojo. Lembrando que uma regulagem no bojo de britadores convencionais exige não só a paralisação da máquina, como o seu completo esvaziamento. Trata-se de uma operação que demora pelo menos dez minutos se executada com cuidado e que muitas vezes é necessária de duas a três vezes ao dia.

Graças à nova tecnologia de regulagem dinâmica do britador MX, onde o pistão sobe e desce para ajustar a britagem em tempo real, é possível manter a maior produção possível, considerando níveis máximos de pressão ou de produtividade que se quer atingir. Como a regulagem do pistão permite que a do bojo seja realizada em intervalos racionais, estamos falando de um duplo sistema que inexiste em britadores tradicionais de mercado. As duas regulagens – mais alongada no caso do bojo – também permitem maior precisão no uso dos materiais de desgaste, que passam a ser usados de forma mais uniforme. O britador em si passa a ser mais protegido pela regularidade da operação, pois os ajustes são realizados pela melhor combinação possível de parâmetros. Ponto final.

Quer saber mais sobre o Britador MX da Metso e a sua tecnologia inovadora? Basta acessar o nosso site clicando AQUI 


Podemos ajudá-lo?

Metso no Twitter