jun 1, 2020 Mineração blog

4 dicas para evitar o desgaste de peças na indústria

Com as medidas certas, é possível “atrasar” o desgaste de peças das máquinas industriais. Veja 4 medidas que poderão dar mais longevidade aos equipamentos!
O uso intenso das máquinas industriais provocam desgastes devido ao tempo e abrasão. Confira algumas dicas para evitar a obsolescência.

É fundamental que as empresas entendam quais são os pontos que colaboram para essa situação a fim de evitá-los. Com as medidas certas, é possível “atrasar” esse desgaste e evitar a perda de produtividade ou resultados inadequados. Além disso, é uma maneira de agir para a redução de custos, já que impede que a troca aconteça de forma antecipada.

Na sequência, veja 4 medidas que podem ser tomadas quanto ao desgaste de peças e conquiste mais longevidade para os itens.

1. Invista no revestimento

Aumentar a dureza da superfície diminui a força do impacto e as perdas causadas pelo desgaste dos equipamentos. Para chegar a esse resultado, uma das soluções consiste em investir no revestimento das peças com foco na proteção.

O uso de certos componentes, como os carbonetos, amplia a dureza da superfície e reduz os impactos da abrasão. Nesse caso, o importante é mapear quais são os componentes que mais sofrem com esse processo na mineração, de modo a protegê-los.

É indispensável conferir quais são as indicações do fabricante e quais são os impactos esperados. Assim, é possível selecionar as condições corretas para esse processo.

2. Tenha cuidado com a corrosão

Além da abrasão, a corrosão é uma das causas do desgaste de peças — inclusive, fora de serviço. Para não comprometer a produtividade, é essencial evitar esse fenômeno, o que também tem a ver com o controle adequado das condições ambientais.

É necessário, por exemplo, impedir a exposição desnecessária a atmosferas oxidantes. Ainda é preciso reduzir o contato com a água e com a umidade, pois elas são as grandes responsáveis pelo aparecimento de ferrugem em muitas ligas metálicas. Se as condições de trabalho forem especialmente corrosivas, vale considerar o revestimento.

3. Faça inspeções e manutenções periódicas

O cuidado também deve acontecer de maneira contínua e bem planejada. Somente com esse acompanhamento é possível evitar o excessivo desgaste de peças. Portanto, é indispensável investir na realização de inspeções e na manutenção preventiva.

Verifique, periodicamente, o estado dos componentes e confira se surgiu alguma área de erosão ou de comprometimento do funcionamento. Com a manutenção preventiva, é viável executar pequenas interferências que melhoram a performance, antes que a correção seja exigida.

4. Aposte na tecnologia para impedir o desgaste de peças

Não menos importante, a escolha dos equipamentos e de suas tecnologias deve ser estratégica. Isso porque as novas ferramentas apresentam soluções para diversos problemas — inclusive, para o desgaste de peças.

Ao invés de sofrer com a defasagem de equipamentos, o melhor é contar com itens voltados para maximizar a performance. Com a atuação das novas tecnologias, a proteção contra abrasão e outras condições é naturalmente maior e o resultado é mais interessante.

O desgaste de peças pode ser atenuado com soluções de proteção, acompanhamento e especificação. Assim, é possível obter o melhor funcionamento das máquinas, que também duram mais tempo.

Já que a escolha dos componentes é crucial, conheça as peças de desgaste da Metso.

Quer ajuda? Entre em contato.
Suas informações estão seguras. Verifique nosso aviso de privacidade para saber mais detalhes aviso de privacidade.
Muito obrigado!
Nós entraremos em contato em breve. Poderá enviar uma nova solicitação após 15 minutos.
Quer ajuda?