Press release junho 11, 2018 05:00:00 CET
Share to Facebook Share to Twitter Share to Twitter More...

CMOC marca a primeira venda de bombas Metso para planta química de fertilizantes no Brasil

A Metso possui um histórico consolidado no setor de fertilizantes, oferecendo soluções para as áreas de extração e processamento de minérios. Com a venda de sua primeira bomba para a planta química da CMOC Brasil, em Cubatão (SP), a empresa entra em outra fase dentro do mercado de fertilizantes. A mudança significa trabalhar no bombeamento de fluídos altamente corrosivos e em ambientes extremamente agressivos, típicos de uma planta química.

“Trata-se da bomba HM 50, um modelo padrão de nossa linha de produto. A aplicação, porém, é inovadora dentro da Metso Brasil”, explica Eduardo Orsi, gerente de Vendas. De acordo com ele, o equipamento será adotado no bombeamento de líquido viscoso, substituindo as atuais bombas helicoidais.

Dependendo da viscosidade do líquido bombeado, as bombas centrífugas, como é o caso da HM 50, tornam-se mais eficientes aumentando a produtividade da planta. A nova bomba foi entregue na segunda quinzena de abril e começou a operar em 21 de maio. 

Em função dessa primeira venda, a CMOC formalizou a aquisição de mais uma bomba Metso a ser aplicada na mesma planta, porém para operar com um fluído mais agressivo em termos de acidez e concentração de sólidos. Com isso, a aplicação torna-se ainda mais crítica, pois combina fenômenos de desgaste por corrosão, abrasão e erosão.

Para a nova compra, também inovadora dentro da Metso Brasil, será necessário alterar o material das peças em contato com o fluído bombeado: de alto cromo para o CD4MCu, considerado o mais apropriado.

“A parceria com a CMOC Brasil é estratégica para nosso posicionamento no mercado de fertilizantes e outros segmentos industriais”, resume Orsi.

Compartilhar

Metso no Twitter