fev 25, 2020 Go with the flow

A mudança cultural para uma troca eficaz de dados

Matias Weckström
Matias Weckström
Head of Engineering Development / ANDRITZ
Da perspectiva de alguém responsável por fornecer um projeto completo da fábrica, o cronograma e a qualidade do processo são fundamentais. Com dezenas de fornecedores e uma quantidade infinita de dados envolvidos, o desenvolvimento de modelos operacionais fluentes e formatos de dados padronizados é o caminho para melhorar o processo e a experiência do cliente final.
Eficiência de projetos através da utilização de dados

Informação é a chave para a eficiência

Se queremos alcançar a eficiência ideal no fornecimento do projeto, precisamos trabalhar no compartilhamento eficaz de informações entre as diferentes partes envolvidas. Os desafios geralmente surgem na forma de propriedade e disponibilidade. Geralmente são os contratos que determinam quais informações cada participante do projeto deve fornecer e o que eles podem ver. A troca de dados relevantes ainda está, em muitos casos, vinculada aos marcos do projeto, definidos pela entrega da documentação. Isso significa que as informações que podem ser úteis podem não estar disponíveis para outras pessoas no momento em que poderiam ser mais úteis. Compreender o potencial de um melhor gerenciamento de dados e redigir melhores contratos pode abrir novas possibilidades.

Em um mundo ideal, todas as partes teriam acesso aos dados relevantes quando precisassem. Essa transparência eliminaria o rastreamento demorado, reduziria as revisões e as alterações, diminuindo o tempo de execução de todo o projeto. Também teria um impacto positivo na qualidade e precisão gerais. Nesse cenário ideal, também os formatos de dados seriam padronizados de maneira geral, facilitando o manuseio e a troca de dados.

Buscando uma linguagem comum
As ferramentas e plataformas digitais têm a capacidade de tornar esse processo de compartilhamento mais eficiente por meio da automação. O desenvolvimento de APIs que permitem que os sistemas de cada fornecedor se comuniquem através das fronteiras dos dados em um idioma e formato padronizados permitirá uma troca rápida e precisa de informações durante o projeto. Isso pode reduzir significativamente o tempo e o trabalho manual necessários para unificar a variedade de dados gerados e registrados.

A questão hoje não é mais técnica. Os sistemas têm a capacidade de se comunicar entre eles e o grau de automação pode ser facilmente aumentado. O que é necessário é uma estrutura e regras comuns para os dados trocados e um acordo comum para garantir que eles sejam usados em todo o projeto. Juntamente com nossos principais clientes, fornecedores e parceiros confiáveis, queremos estar prontos para aproveitar todo o potencial dos dados, uma vez superados esses obstáculos. Como parceira de válvulas, a Metso também está comprometida em levar as coisas adiante e apoiar desenvolvimentos positivos em termos de execução de projetos de EPC. Ela também reconhece o potencial da digitalização e do compartilhamento aberto de informações, tornando-a uma parceira ideal para uma EPC como a ANDRITZ.

Trabalhando para o bem maior
Na Finlândia, a THTH Association, que é composta de empresas, centros de pesquisa e universidades com fortes laços com a indústria, está liderando o caminho para um melhor gerenciamento de informações. Sua missão é apoiar o desenvolvimento do gerenciamento distribuído de informações da fábrica durante toda a vida útil dos ativos industriais. Como ex-presidente da associação, fiquei feliz em ver o envolvimento de todo o setor industrial, quando se tratava da iniciativa TIE (Technical Information Exchange ou Troca de Informações Técnicas em português). Com inúmeras grandes multinacionais finlandesas participando ativamente da resolução dos desafios de padronização e troca de dados técnicos, estamos vendo uma mudança real em termos de desenvolvimento de um ecossistema aberto de negócios digitais que beneficiará todos os envolvidos.

Todos compartilhamos os mesmos desafios e é do nosso interesse resolvê-los juntos. Também devemos lembrar de incorporar os jovens e entusiasmados talentos de engenharia que impulsionarão a tecnologia e os processos que usaremos daqui para frente. Aproveitar a digitalização e adotar uma cultura de abertura ajudará a garantir a execução, fornecimentos e transferência de todos os projetos futuros das fábricas.

Como válvulas podem melhorar o desempenho do seu processo e negócio?