jan 10, 2020

A Ofitas de Santutis responde à volatilidade do mercado com uma configuração de estação versátil

A pedreira Ofitas de Santutis estava a preparar-se para a recuperação do mercado espanhol da construção. O setor dos agregados do país foi gravemente afetado pela crise económica iniciada em 2008. Com a recuperação do mercado em 2016, apesar de ser ainda volátil, construíram uma estação de trituração de agregados, versátil e flexível, que podia ajustar-se facilmente à capacidade de produção necessária e à procura do mercado. A operação podia passar facilmente de 400 t/h para 800 t/h.

Construção de uma estação de agregados que responde às constantes variações do mercado

O projeto da pedreira começou no princípio da década de 2000, com o pedido de todas as licenças necessárias. Depois de vários anos nas etapas de planeamento e de administração, a estação arrancou em 2016. A operação da Ofitas de Santutis localiza-se no município de Peñacerrada, em Álava, norte de Espanha, próximo de Bilbau.

O senhor Iñigo Ajuria, proprietário e Diretor-geral do Grupo OSF Group, e o senhor Carlos Fernández, Engenheiro Gestor da pedreira Ofitas de San Felices, tiveram bastante tempo para pensar no desenho da nova estação. Durante este período, a economia subia e descia, pelo que queriam uma estação que pudesse ajustar-se facilmente à capacidade de produção necessária e à procura do mercado.

A pedreira Ofitas, uma operação de serpentina, produz areia, gravilha e balastro de elevada qualidade. O balastro destina-se principalmente às obras em infraestrutura ferroviária no centro e no norte de Espanha; o balastro tem um índice de Los Ángeles entre 9 e 11, que o torna adequado para a rede ferroviária de alta velocidade. A areia e a gravilha vão para obras locais nos arredores.

A estação foi desenhada para permitir trabalhar com uma trituradora primária, secundária e terciária, com duas trituradoras secundárias para a máxima produção de balastro ou com duas trituradoras terciárias para produzir gravilha.

“Tínhamos uma longa trajetória de trabalho com a Metso e estabelecemos relações pessoais com eles ao longo de vários anos, pelo que a confiança neles era elevada. Não tínhamos qualquer dúvida de que a Metso entregaria o que queríamos.” - diz o senhor Iñigo. “Estamos extremamente contentes com a solução que nos ofereceram. Toda a estação proporciona-nos os resultados pretendidos para responder às variações do mercado.”

Um centro de trituração com uma configuração altamente inovadora, multifuncional e flexível

A configuração da estação integra uma trituradora de mandíbula móvel primária Lokotrack® LT125™ da Metso, seguida de duas trituradoras de cone Nordberg® HP4 que funcionam como trituradoras secundárias e terciárias. Nesta configuração, a capacidade da estação ascende a 400 t/h. Sendo esta a configuração mais lógica, as trituradoras de cone também podem funcionar simultaneamente como unidades secundárias ou terciárias. Nesta situação, a capacidade da estação simplesmente duplica para 800 t/h.

Um dos dois britadores de cone Metso HP4 da Ofitas de Santutis

O senhor Iñigo e o senhor Carlos confirmam que as trituradoras de cone foram ideais para o balastro de alta qualidade que produzem.

“Demonstraram ser o melhor tipo de trituradora de cone para este produto. Isto baseia-se na sua capacidade, na qualidade do produto final e na longevidade das peças de desgaste. As trituradoras de cone HP também são máquinas altamente fiáveis. Dada a pedra dura da nossa pedreira, que tem um valor de abrasão de Los Ángeles de 10, a fiabilidade nem sempre é evidente com cada trituradora de cone. Também verificámos como os crivos Metso CVB™ são altamente fiáveis e eficientes. Tivemos os nossos CVB 2060 durante algum tempo.” - assinalam.

O que também é interessante nesta estação é o facto de nenhum dos transportadores se apoiar no solo. Isto confere flexibilidade à produção e proporciona uma manutenção e limpeza mais fáceis. Esta configuração do transportador é muito rara. Ambos os transportadores que alimentam as trituradoras têm cabeças giratórias, o que permite um acesso fácil às trituradoras para fazer a manutenção.

Como indicado, a estação de trituração primária utiliza uma trituradora móvel Metso LT125 para alimentar a estação quando se trabalha na configuração primária-secundária-terciária. No entanto, a Ofitas de Santutis também tem uma segunda trituradora móvel preparada para transformar a estação em duas linhas secundárias, se for necessário.

A crivagem é realizada com crivos Metso CVB2060 de três e quatro pisos

Portanto, as duas “estações” Metso, versáteis e funcionais, têm individualmente a sua própria trituradora primária móvel, o que permite configurar a estação para operar com as trituradoras de cone, que funcionam em conjunto como trituradoras secundárias ou terciárias, dependendo da procura dos tamanhos de produto final e duplicando a capacidade da estação a 800 t/h.

"A Ofitas de Santutis representa uma estação moderna, da próxima geração com configurações muito inovadoras, multifuncionais e flexíveis. Na realidade, é um exemplo perfeito do desenho da estação da Metso." - conclui Ángel Luis García do Val, Diretor Comercial da Metso Spain.

Ofitas de Santutis

A pedreira Ofitas de Santutis faz parte do grupo OSF. As outras duas pedreiras do grupo são a Ofitas de San Felices, na zona de La Rioja, e a Ofitas del Marquesado, em Granada. O OSF pertence à família do senhor Iñigo desde os anos 60.

Depois de um largo período de encerramento devido à redução da procura do mercado, o OSF reabriu esta pedreira em 2016, rica em serpentina, visto que o grupo procurava recursos minerais adicionais para produzir balastro para o ambicioso projeto de comboio de alta velocidade do Y basco que une as três cidades principais do país basco: Vitoria-Gasteiz, Bilbau e Donostia-San Sebastián e que conecta o país basco ao resto de Espanha.

A Santutis é conhecida por fornecer balastro de alta qualidade (30 % da produção total) e também oferece aos clientes produtos de qualidade superior de agregados de 4 mm a 12 mm, 12 m a 20 mm e 20 mm a 25 mm, bem como um produto de areia de 0 mm a 4 mm para a produção de betão.

O senhor Iñigo e a sua equipa atualmente operam 400 t/h. No futuro estão a considerar integrar outra trituradora de mandíbulas Lokotrack para satisfazer a procura do projeto ferroviário de alta velocidade do Y basco. Isto permitiria duplicar a sua produção de balastro, graças à flexibilidade da estação

.

Fluxograma Ofitas de Santutis realizado com o software de simulação Bruno

 

Software de simulação Bruno
para otimizar os processos de produção de agregados

Produtos relacionados