Share to Facebook Share to Twitter Share to Twitter More...

Fábrica de papel e celulose SCA estabelece novos padrões

As principais exigências da indústria de papel e celulose são sustentabilidade e alta disponibilidade da unidade de produção. Isso também serve para a SCA, que opera sua maior fábrica integrada europeia de fabricação de produtos tissue em Mannheim, Alemanha. Entre os produtos, cerca de 120.000 toneladas de celulose são produzidas anualmente aqui em um digestor contínuo.

Paradas de manutenção agendadas ocorrem duas vezes por ano para garantir a produtividade

A SCA opera duas linhas de produção de celulose em Mannheim: uma de abeto e uma de faia. O processo de produção na linha de abeto envolve diversos passos, como lavagem de pasta crua, separação e branqueamento sem cloro. Mais de 3 milhões de rolos de papel toalha, papel higiênico e tissues são produzidos diariamente na fábrica de papel e celulose em Mannheim.

Jan Wattendrup (à esq.), chefe de manutenção de elétrica, medição e tecnologia de controle na planta de celulose B da fábrica da SCA em Mannheim, e Frank Hasenbach-Bauer, gerente de vendas, controle de fluxo, da Metso Alemanha, inspecionando uma das válvulas de segmento com porta V da Metso, instalada no digestor.Para minimizar a potencial inatividade de componentes e sistema, a SCA realiza paradas para manutenção no sistema duas vezes por ano. Nessas ocasiões, as válvulas do digestor contínuo, que são muito exigidas, são substituídas regularmente como precaução de segurança porque, afinal, o digestor é responsável pela entrega do volume de polpa de abeto, que é imprescindível para a produção de papel.


“As válvulas do nosso digestor contínuo têm que trabalhar em condições extremas", aponta Jan Wattendrup, chefe de manutenção de elétrica, medição e tecnologia de controle na linha de celulose B da fábrica da SCA, em Mannheim. Ele se refere ao ambiente desafiador em que as válvulas on-off estão instaladas: “O licor negro contém químicas de processo relevantes para a operação de cozimento, mas pode cozinhar dentro da válvula e causar uma corrosão localizada. Ao longo do tempo, formam-se depósitos sólidos dentro da válvula que obstruem o anel de vedação. Já que, devido aos muitos anos de experiência, nós estamos cientes desse problema, mas não podemos simplesmente desligar o digestor contínuo no meio da operação para fazer reparos, substituímos todas as válvulas em intervalos regulares por precaução."

Aumento expressivo da vida útil das válvulas

O material usado nas válvulas segmentadas em V da Metso é essencial para a durabilidade e uma maior vida útil.7 dias por semana, 365 dias por ano, os licores da digestão de celulose fluem através das válvulas de segmento com porta V da Metso, e elas precisam apresentar um funcionamento extremamente confiável, considerando a alta taxa de produção da planta

“Independentemente do estado das válvulas, nós substituímos rotineiramente oito das válvulas de segmento do digestor contínuo durante cada parada de manutenção preditiva", diz Wattendrup, que continua explicando os motivos para esta ação: “Como regra, 75% das válvulas não têm mais capacidade de continuar operando depois de um ano. Apenas algumas válvulas podem ser recondicionadas e mantidas como peças sobressalentes para a próxima parada. Logo, nosso principal objetivo é aumentar a vida útil das válvulas."

Para alcançar esse objetivo, a SCA testou válvulas de segmento de aço inoxidável de alta liga da Metso. “As válvulas da Metso nos impressionaram; primeiro, pelo design, que é idêntico ao das válvulas que foram instaladas antes", disse Wattendrup. “Ao contrário da segunda válvula de teste, com um formato alongado, nós não precisamos fazer alterações nas tubulações, o que obviamente fez com que tivéssemos menos trabalho e menos gastos. As válvulas da Metso são mais compactas e leves, o que as torna mais fáceis de transportar para o digestor."

Enquanto esses benefícios se aplicam, inicialmente, à montagem, a válvula de segmento em V que instalamos há pouco tempo continuou demonstrando ainda mais propriedades especiais durante a primeira fase de teste de seis meses. “Durante a manutenção agendada, nós retiramos e analisamos ambas as válvulas de teste. Os resultados foram tão surpreendentes que nós reinstalamos imediatamente a válvula polida da Metso para mais um round. Enquanto isso, essas válvulas estão funcionando há quase um ano e meio sem danos ou restrições", confirma o gerente de manutenção.

É por isso que as válvulas on-off recém-instaladas da Metso, feitas de aço inoxidável de alta liga, polidas nas superfícies internas que possam ser afetadas por meios, representam uma solução essencial que permite que a SCA aumente expressivamente a vida útil das válvulas.

Tecnologia em válvulas Metso usada na SCA

Toda a tecnologia em válvulas usada na fábrica da SCA é proveniente da Metso. “Com base em décadas de experiências positivas, nós escolhemos a Metso como nossa fornecedora padrão de tecnologia em válvulas", diz Jan Wattendrup, que completa: “Nós sempre recebemos auxílio e assistência rapidamente, tanto em relação a questões técnicas quanto aos próprios componentes. Por isso, sentimos que estamos muito bem nas mãos da Metso, uma parceira confiável, especialmente porque podemos esperar um pacote completo e consistente, desde os produtos até os serviços."

Baixe o artigo completo aqui (inglês)

 TEXTO: Ursula Gehl

Produtos relacionados