Share to Facebook Share to Twitter Share to Twitter More...

Perguntas e Respostas com especialista da Metso: Juha Perttilä

Testes minuciosos e rigorosos desempenham um papel essencial na garantia da qualidade dos nossos produtos. Pedimos a Juha Perttilä, Gerente da Engenharia de Laboratório que nos contasse mais sobre os passos pelos quais as nossas válvulas precisam passar antes que sejam despachadas para nossos clientes.

Q1. A Metso testa todas as suas válvulas antes da entrega. Onde isso acontece?

Todas as válvulas entregues são inspecionadas na fábrica antes de serem despachadas. O Desenvolvimento do produto e o teste de verificação de desempenho juntamente com os testes por tipo de produto e de vazão são realizados em nossos centros de tecnologia em válvulas de última geração na Finlândia, Estados Unidos, Alemanha, China e Coreia.  Cada um deles é uma combinação única de laboratório de P&D e tecnologia. É nesses lugares que verificamos e validamos nossos produtos e seu desempenho.

Q2. Por que o teste é tão importante? Por que fazemos isso?

Muitos requisitos de nossos produtos vêm de padrões internacionais e de especificações individuais de nossos clientes. Geralmente, esses padrões e especificações exigem testes rigorosos e profundo conhecimento de questões existentes. O principal foco desses requisitos são a segurança, o meio ambiente e o desempenho operacional. O planejamento e a preparação para todos esses testes requerem o desenvolvimento de equipamento único e especializado, assim como amplo conhecimento do processo de automação e de aquisição de dados.

Juha em seu posto de trabalho

Q3. Qual você considera a principal importância de válvulas confiáveis e testadas?

Mesmo que o desempenho operacional, a confiabilidade e a precisão de nossas válvulas seja o motivo para comprá-las, nós nunca cortamos caminho quando lidamos com assuntos relacionados à segurança humana ou ao desempenho ambiental. Na maioria das vezes, evitar falhas catastróficas é uma questão de garantir a disponibilidade contínua da planta e a segurança dos funcionários que estão trabalhando na área.

Q4. Como é possível duplicar os ambientes reais de operação no laboratório?

Nós realizamos testes ambientais abrangentes para garantir que os produtos ofereçam um desempenho confiável, mesmo nos ambientes operacionais mais exigentes e extremos e nas condições de processo mais rigorosas. Como nossas válvulas são usadas em uma grande variedade de ambientes e de condições de processos, precisamos ser capazes de reproduzir essas condições rigorosas a fim de testar e avaliar o desempenho dos produtos. Dentro das nossas câmaras ambientais de processo, somos capazes de simular diferentes condições de umidade e temperaturas que variam entre -75°C a mais de +800°C. As câmeras de spray de sal são usadas para o teste de corrosão acelerada para verificar o desempenho das tintas e outros revestimentos, enquanto as mesas de vibração ajudam a testar o desempenho em condições rigorosas de processo e uma ampla faixa de frequências.

O desempenho em condições extremas de temperatura é testado no laboratório de criogenia da Metso.

Q5. Também é possível nos prepararmos para o caso de algo dar errado?

Sim. Nós tomamos as precauções necessárias para garantir a segurança da válvula quando as coisas dão errado. Realizamos um teste de incêndio para simular um incêndio em uma planta ou fábrica. Os testes são realizados de acordo com os padrões da indústria internacional ou do cliente. Queremos garantir que os vazamentos, sejam eles internos ou externos, não contribuam para a expansão do incêndio. Isso é feito expondo a válvula à chamas em alta temperatura durante 30 minutos, antes de resfriá-la rapidamente com água fria para simular ações de combate a incêndios. Projetamos nossas válvulas para que sejam capazes de suportar esse tipo de choque térmico severo.

Q6. Minimizar emissões de escape também é uma prioridade. Você pode nos contar mais sobre isso?

Geralmente, as emissões fugitivas de válvulas são substâncias gasosas que podem ser prejudiciais, ou até mesmo letais, para seres humanos, ou causar danos ao meio ambiente, como os gases do efeito estufa. Vazamentos perigosos devem ser evitados a todo custo. As emissões fugitivas em processos industriais são reguladas e monitoradas de perto por governos de todo o mundo, e a exigência por limites mais restritos é crescente. Testes de alta qualidade têm um papel vital no desenvolvimento de novas e melhores tecnologias de vedação, minimizando as emissões de escape.

Testes para esse tipo de emissão são difíceis e exigentes. Padrões de testes internacionalmente reconhecidos são usados para avaliar e classificar o desempenho em relação a emissões de escape. Todas as válvulas da Metso são pressurizadas, normalmente com gás hélio ou metano, até o limite para o qual foram projetadas, que pode chegar até 250 bar. Qualquer vazamento de gás é então detectado no exterior da válvula por um espectrômetro de massa extremamente sensível que captura qualquer átomo de gás. A temperatura de teste é alternada entre os valores mínimo e máximo, podendo variar de -196 a mais de 400 graus Celsius. Durante um teste de emissões de escape, a válvula é operada dezenas, ou até mesmo centenas, de milhares de vezes.

Q7. Mas o teste também preza garantir o desempenho das nossas soluções em válvulas, certo?

Exatamente. Independente da importância do desempenho ambiental e de segurança, uma das exigências mais cruciais para a tecnologia das válvulas é o desempenho. Todas as válvulas devem ser testadas para garantir que sejam capazes de suportar as suas especificações de classificação. Os testes na vedação da válvula são realizados para garantir sua estanqueidade em todas as condições de processo possíveis. Para garantir a resistência da válvula, elas são submetidas com frequência a mais de 5 milhões de ciclos para garantir que o desempenho se mantenha ao longo do tempo. O desempenho do atuador também é testado, sozinho e junto com as válvulas. Para o desempenho geral em alguns dos ambientes mais quentes e mais frios do mundo, deve ser verificada também a capacidade dos atuadores de realizar milhões de ciclos ininterruptos. Testes igualmente rigorosos devem ser realizados em todos os atuadores que saem da fábrica da Metso.

Q8. O teste de vazão é uma operação crítica. Você pode nos explicar o mapa da mina?

Claro. Certificar que os seus meios fluam através de nossas válvulas da forma como devem é possivelmente o aspecto mais crítico que devemos testar. Os coeficientes de vazão corretos são essenciais para permitir a escolha das válvulas certas para as aplicações do seu processo, pois melhoram a produtividade e a eficiência do processo, aumentam a expectativa de vida útil, e também diminuem investimentos e custos de uso. Os principais coeficientes de controle de dimensionamento de válvulas medidos em nossos laboratórios de vazão são: características de vazão da válvula, coeficiente de vazão (Cv), fator de recuperação de pressão da válvula (FL), proporção da pressão diferencial do ruído de cavitação incipiente (xFz) e fator de proporção da pressão diferencial no escoamento crítico (xT). Além disso, os níveis de ruídos hidro e aerodinâmicos também são medidos, a fim de determinar os coeficientes de ruído.

Juha explica a tecnologia de atenuação de ruído e cavitação da Neles® Q-Trim: "Com esse elemento nas válvulas, podemos diminuir a pressão na tubulação e dentro da válvula em passos menores."

Q9. De que outras formas podemos garantir o desempenho?

Devemos lembrar que o desempenho da válvula não é apenas uma questão de design, mas também de selecionar os materiais e revestimentos adequados para a construção das mesmas, dependendo de cada processo e meio específicos. Os testes de materiais da Metso começam com um teste metalográfico para determinar a composição química e o tratamento térmico. Da mesma forma como medimos a microestrutura de metais usados sob um microscópio de alta potência para avaliar e verificar o tratamento térmico adequado e determinar a morfologia do revestimento, também testamos novos materiais e revestimentos junto com novos projetos de tecnologia frequentemente. A Metso também realiza análises extensas e complexas de polímeros, como PTFE. O teste de tribologia, ou teste de desgaste, avalia materiais e revestimentos utilizados no obturador, na sede e nos mancais. As superfícies revestidas são prensadas juntas e submetidas a ciclos sob a ação de forças especificadas por um número definido de ciclos. Após o teste, as amostras são examinadas para descobrir se houve mudanças na aspereza da superfície. Após testar novos materiais de revestimento, os melhores candidatos são então testados para estanqueidade e resistência.

Q10. Você tem alguma consideração final para os nossos leitores?

Através de uma análise de desempenho precisa e confiável de todas as válvulas da Metso, podemos oferecer a nossos clientes informação em primeira mão sobre o nível de desempenho, qualidade e segurança reais para todas as estruturas da válvula. Dessa forma, nossos clientes podem depender de válvulas seguras, enquanto maximizam a produtividade de suas operações.

O teste de incêndio garante que as válvulas não falhem catastroficamente em caso de incêndio.

Leia os posts do especialista Juha sobre testes no blog 'Go with the Flow':

Blog: How the valve technology laboratories ensure the highest performance

Blog: Comprehensive testing to put your mind at ease

Video: Typical valve testing procedure at Metso cryogenic laboratory

Video: Extreme temperatures at Metso cryogenic laboratory

Produtos relacionados